Pastor Valdemir Luiz dos Santos

Valdemir Luiz dos Santos nasceu em Sertânia (PE) em 25 de abril de 1930. Filho de pais presbiterianos Horácio Luiz dos Santos e Ana Leite dos Santos, deu os seus primeiros passos naquela igreja com o reverendo José Martins Ferreira.

Aos oito anos de idade, ainda sem converter-se, começou a aprender música com o mestre Campêlo da cidade de Sertânia, chegando a tocar saxofone na Banda Musical 6 de Junho. Como membro da “Orquestra Sertânia Jazz,” viajava muito e tinha bastante prestígio, sempre pensando que a fama era tudo. Um dia, quando tocava uma festa carnavalesca no Clube 32 do Livramento em Vitória do Santo-Antão (PE), no intervalo da festa, já um pouco embriagado, sentado na calçada do clube, ouviu um hino de um alto falante que dizia “oh quantas vezes te chamei e tu quebraste minha lei, mais fiador teu eu fiquei, segue-me, vem segue-me.” Naquele momento começou, um capitulo diferente na sua vida com sua conversão e chamada para o ministério.

Em 1946, casou-se com Maria Carmita Santos, que, nessa época, era presbiteriana e, juntamente com a sua sogra, ajudaram muito para que ele deixasse a vida mundana. No entanto, foi o missionário americano Dr. Johnson que o levou para a Igreja Batista. Maria Carmita lhe deu três filhos: Ana, Nancy e Solange. O casal adotou ainda Van Carlos, que abraçou a Causa de Jesus como Pastor Batista.

Em 1952, por motivo de doença, foi aposentado do serviço público onde trabalhava e sendo obrigado a deixar a orquestra. Mudou-se para Recife (PE) e foi trabalhar num escritório de contabilidade, passando a freqüentar a Igreja Batista da Concórdia, do Pastor José Almeida Guimarães.

Em 1956, recebeu um bilhete de Amaro Alves de Lima, que o convidava para trabalhar como evangelista no campo da Igreja Batista de Arcoverde, município do Sertão do Estado de Pernambuco. Amaro estava deixando o campo para ir estudar no seminário em Recife. Valdemir deixou tudo para atender o chamado do campo evangelistico da Igreja de Arcoverde, trocando um salário de 10.000 cruzeiros por 3.000 cruzeiros.

No seu primeiro trabalho como evangelista da Congregação Batista do município de Pedra (PE), com três filhos, durante quatro anos, visitou a região com sua esposa, abrindo vários pontos de pregação, de bicicleta, a pé e, posteriormente, de moto, dando assistência a mais de dez fazendas e povoados. Certa ocasião, quando foi pregar o evangelho na cidade “muito carola” de Alagoinhas (PE), Valdemir, sua esposa e alguns crentes foram enxotados com pedras e cacetetes pelas beatas, alunos e desocupados. Posteriormente, com a ajuda do Pastor Israel Guerra e outras pessoas, as pregações foram, então, realizadas, e hoje existem na cidade várias igrejas evangélicas como fruto desse trabalho.

Em 1961, foi convidado para trabalhar em Petrolina (PE), Sertão do São Francisco. No mesmo ano, a pedido da igreja, foi consagrado como Pastor na Igreja Batista da Concórdia em Recife (PE), em12 de dezembro de 1961.

No período em que esteve em Petrolina de 1961 a 1968, construiu o primeiro templo batista da cidade e comprou o terreno para construção do templo no bairro da Areia Branca. Construiu, ainda, os templos das congregações de Lagoa Grande (PE), Casa Nova e Queimadas na Bahia e do distrito de Vermelhos (PE). No Sertão baiano, iniciou o trabalho evangélico e organizou congregações nos municípios de Remanso, Pilão Arcado, Santana do Sobrado e nas localidades de Icó, Ouricuri, Guanhães e Itamotinga, no município de Afrânio em Pernambuco e no Sertão do Piauí. No mesmo período, criou, a Fundação Evangélica do Vale do São Francisco-FEVASF, fundou o Ginásio Evangélico (depois Colégio Polivalente) em Petrolina (PE) e implantou o Programa Repórter Evangélico na rádio de Juazeiro (BA). No trabalho missionário, o pastor Valdemir sempre viajava de motocicleta pelos caminhos tortuosos e perigosos do sertão.

Nos anos de 1968 a 1973, pastoreou a 1ª Igreja Batista de Juazeiro (BA) e construiu o seu templo. Nessa época, foi, também, Pastor Interino da Igreja Batista de Sião em Senhor do Bomfim (BA). Durante o seu pastorado em Juazeiro, organizou e pastoreou a Congregação e a Igreja Batista em Sobradinho (BA), construindo o seu templo.

Convidado para trabalhar como Pastor na 1ª Igreja Batista em Palmares (PE), serviu a Causa do Nosso Senhor Jesus Cristo naquela igreja, nos anos de 1973 a 1976, trabalhando como um missionário evangelista em vários municípios da região. Em seguida, no período de 1976 a 1979, foi servir como missionário itinerante na Bahia, onde pregou o evangelho em quase todas as igrejas do Estado.

Convidado para trabalhar como missionário no Estado do Rio Grande do Norte, durante o período de 1980 a 1984, organizou e pastoreou a Igreja Batista de Pirangy em Natal (RN), construindo o seu templo. Pastoreou também a Igreja Batista da Rua Mossoró e reconstruiu o seu templo. No ano seguinte, ficou sem pastorado, servindo A Causa do nosso Senhor Jesus Cristo como pastor visitante em várias igrejas.

Em 1986, foi convidado a exercer o cargo de Promotor da Cruzada Mundial da Literatura na Bahia, onde atuou com sua esposa em todo o Estado até 1992, distribuindo mais de trinta milhões de folhetos.

Chamado por Deus para continuar na Bahia, foi Pastor da Igreja Batista de Sião em Senhor do Bomfim (BA), de 1993 a 1998. Após esse período, dedicou-se à atividade de pastor visitante da localidade de Guanhães em Juazeiro(BA).

Pastor Valdemir foi um dos Presidentes da Convenção de Pernambuco, Presidente da Associação Nordeste e Presidente da Ordem de Pastores, Seção Regional. Além disso, é um exímio músico. Toca acordeão, teclado, sax e clarinete e, recentemente, gravou um CD com sua esposa.

O pastor pioneiro, construtor de templos e de vidas, encontra-se em Guanhães, distrito de Juazeiro (BA), desde 2003, pastoreando sua igreja juntamente com o seu filho, Pastor Van Carlos. O obreiro incansável fundou a congregação e a igreja, construiu o seu templo, continuando o seu trabalho no Sertão, como exemplo vivo de verdadeiro missionário de Jesus Cristo.

Biografia baseada nas informações do Pastor Valdemir.



Texto: Ebis.

Trabalho Missionário

Clique nas fotos para ampliar.
1ª Igreja Batista de Petrolina (PE), pastoreada no período de 1961 a 1967, pelo Pastor Valdemir, que construiu o seu templo.
1ª Igreja Batista de Lagoa Grande (PE), organizada pelo Pastor Valdemir, que construiu seu templo em 1965.
Templo da 1ª Igreja Batista em Juazeiro (BA), atual Batista Central, construído pelo Pastor Valdemir, que pastoreou a Igreja no período de 1968 a 1973.
Igreja Batista em Sobradinho (BA), organizada e pastoreado pelo Pastor Valdemir, que construiu seu templo em 1973.
Batismos no Rio São Francisco.
Coral da 1ª Igreja Batista de Juazeiro (BA), organizado e regido pelo Pastor Valdemir.
Coral Sião da Igreja Batista de Sião em Senhor do Bomfim (BA), organizado e regido pelo Pastor Valdemir.
Batismos no Rio Salitre em Juazeiro (BA).
Conjunto Nova Vida da 1ª Igreja Batista de Juazeiro (BA), formado pelo Pastor Valdemir. Na foto, o conjunto louvava o Nosso Senhor em Curaçá (BA).
Inauguração da Praça da Bíblia em Juazeiro (BA).
Igreja Batista em Alagoinhas (PE), fruto do trabalho iniciado pelo Pastor, então, evangelista Valdemir e o Pastor Israel Guerra.
Desenvolvido por   LeoMiranda.com